Quem somos?


Um grupo de pais disposto a colaborar com o Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra : Escola Básica do Afonsoeiro, Escola Básica Rosa dos Ventos, Escola Básica de Sarilhos Grandes, Escola Básica da Lançada, Escola Integrada do Esteval, Escola Básica da Atalaia, Alto do Estanqueiro e Jardia, Escola Secundária Poeta Joaquim Serra.







Nosso lema : " Se sempre fazemos as mesmas coisas, porque esperamos resultados diferentes? "









sábado, 1 de outubro de 2011

J.I. ESTEVAL - RESUMO REUNIÃO 04 OUTUBRO

Realizou-se hoje, pelas 14:45H, uma reunião onde estiveram presentes, o Sr. Director da D.R.E.L., seu Adjunto, a Sra. Vereadora da Educação do Montijo, bem como a Sra. Directora do nosso agrupamento escolar e respectiva Direcção.
Esta acção, por iniciativa concertada, entre a Associação de Pais (giz e caderno de linhas), e a D.R.E.L., visava esclarecer e elucidar os Pais da J.I. do Esteval, em relação à abertura da mesma.
Como explicado pelo novo Director da D.R.E.L., este problema foi-lhe passado, pela cessante Direcção, que saiu com o anterior governo, daí o atraso na resolução do mesmo.
No entanto, mostrou total empenho na compra do material escolar, tendo já a autorização verbal por parte do ministério, faltando a confirmação por escrito, tendo inclusivé levado documentação que estaria disposto a facultar para consulta. Foi mais longe, quando instigado a dar um prazo, dizendo que não queria passar por mentiroso mas que na melhor das hipóteses levaria 2 a 3 dias mas que poderia ser bem mais se alguem impugnar o ajuste directo, dado terem vários orçamentos.
Não dando uma data concreta, confirmou a autorização financeira, para a adjudicação por ajuste directo.
Foi também confirmado, pela Sra. Directora do Agrupamento, que não é possível a distribuição das crianças pelas outras escolas, pois estão completas e têm um limite máximo por sala. As sujestões apresentadas pela Associação de Pais não tiveram a receptividade esperada por questões de segurança, mas ficou em análise urgente uma outra solução apresentada pelo nosso Conselho Executivo.
Não sendo estas as noticias que os Pais mais esperavam ouvir, foi-nos transmitido todo o empenho das partes envolvidas para desbloquear esta situação o mais breve possível.
Existe agora, uma pequena luz ao fundo do tunel e definições sobre a resolução deste PESADELO, por isso, apela-se a mais um pouco de paciência e sacrifício por parte de todos.
Esta Associação existe para defender os Pais e, mais importante, para defender os nossos filhos e só nos calaremos quando tudo estiver resolvido.
Como sempre, quando houver mais novidades e certezas os Pais serão os primeiros a saber e esta semana voltaremos à carga.




Nuno Isabelinho


Presidente Assembleia Geral

5 comentários:

Anónimo disse...

Peço desculpa, mas das duas uma, sei que estava cá para trás, mas não ouvi nenhuma solução, ou estou enganado.

Patrícia e Pedrinho disse...

A reunião de ontem foi mais do mesmo...
Tudo o que ele nos veio explicar já nós pais sabiamos pois tinhamos sido informado pela associação na reunião do dia 23 de setembro, assim como a questão da verba a ser disponibilizada para o material, se não me engando na reunião do dia 23 foi-nos dito que ja tinhamos o OK, das duas uma, ou eles vos mentiram ou está tudo na mesma desde esse dia.
Eu ia esperançada ontem para a reunião, e ao ouvir novamente o mesmo saí de lá frustradissima...
É muito dificil acreditar que será desta depois deste PESADELO, que só nós pais sabemos o que estamos a passar. E como disse um Pai na reunião, neste momento "Só vendo para crer..."

No entanto mais uma vez quero agradecer à Assocaçã de pais os esforços que têm feito pelos nossos filhos.
Obrigado!!

Anónimo disse...

Ex.mos Sr.s,

Eu sou professora e, infelizmente, não estou livre à hora das reuniões. Porém, ao acompanhar de longe o andar desta situação já consigo prever o desfecho...
1) Acho vergonhosa a conduta e a forma como todo este processo foi conduzido pela sra. Diretora deste agrupamento de escolas. Revela uma profunda incompetência da sua parte, mas esta questão já foi abordada no Livro de Reclamações da Escola Poeta Joaquim Serra.

2) Relativamente ao sr. Diretor da DREL, até estou com pena dele! Esses pais que assistiram a essa reunião devem ser umas feras..."instigar" um diretor??? Ainda bem que não lido com essa gente. Aliás...gostaria até de lhes deixar uma "sujestão": Pais, não se mexam, tenham calma e sejam educados! Estais a ver que a escola dos vossos filhos corre risco de não abrir este ano letivo, mas não faz mal. É que, em Portugal, a educação é um DIREITO que assiste a TODOS (mais a uns que a outros, compreendem!. Além do mais também é gratuita....não foi? Ora...estão desesperados porque não têm onde deixar os vossos filhos enquanto eles deveriam estar na escola, segundo as listas que foram afixadas na sede de agrupamento? Ora, não desanimem! Não podem é ser aml-educados! É que o sr. Diretor que vocês "instigam" fez o sacrifício de deixar o seu filho de 11 anos em casa, imagine-se, para vir exercer o seu DEVER, que é trabalhar e limpar (ou tentar)os disparates que a sra. Diretora faz ao não informar ninguém (ninguém - leia-se nenhum encarregado de educação, porque é o que somos: ninguém e nada).

Só vos posso desejar um "bom dia" e...continuação de bom trabalho!

APEEGCL disse...

Obrigado pelos comentários, acreditamos que só assim se pode evoluir. Aceitamos também os comentários anónimos, pois a liberdade de expressão é um dos nossos direitos e, às vezes, é necessária devido a determinadas profissões que entram em choque com as actividade de Pais.
Instigar também significa no dicionário CONVENCER, PERSUADIR e SEDUZIR. Foi necessário muira insistência para ouvir aquela resposta. Devemos olhar positivamente para o que foi dito e não de uma outra forma.
Convém salientar que foi graças aos Pais que o tema surgiu, foi graças aos Pais que se juntaram numa sala os prejudicados e os que prejudicaram, numa iniciativa única e é graças aos Pais que a escola vai abrir. Discordo totalmente na expressão " não somos nada " porque nós somos tudo e somos a unica entidade que luta pelos direitos dos nossos filhos e é a unica entidade que tem poder de exigir e ter as suas perguntas respondidas.
Em relação ao outro comentário anónimo dizer que existem situações que não devem ser discutidas com muitas pessoas presentes porque se gera o burburinho, talvez tenham reparado que ao terminar a reunião todos sairam menos a Direcção da Associação, a Direcção do Agrupamento, a DREl e a Vereadora, e propriamente não ficamos a discutir sobre coisas vagas.

Mário Novais

Anónimo disse...

Boa noite. Após ler ( ler, porque há hora da reunião, estava a trabalhar, para que os meus descontos possam ajudar a pagar o trabalho dos Srs representantes do estado, e consequentemente, alguma parte do equipamento necessário para a abertura do JI) o documento transcrito, posso afirmar, que infelizmente, tudo esta na mesma, desde o dia 23 ...
Também gostava de ver esclarecido de uma vez por todas, se o JI vai ter inicio este ano lectivo, ou Nao. Se Nao tiver o inicio OBRIGATÓRIO pela Nossa Legislatura, como podem os Pais fazer valer o direito à educação dos seus filhos? Como podem os filhos ter direito a ter o ano lectivo, para o qual foram colocados pelo agrupamento de escolas? Será que o agrupamento de escolas pode ser punido por lei. Para muitos pais, decerto Ja houve ou vai haver punição, Nao pela mesma lei, mas pelas entidades empregadoras... Pelo sistema ... Concerteza a esta altura temos Pais a faltar ao trabalho, ou a ter que levar os filhos para o trabalho, para Nao os "abandonarem", como o estado lhes fez.

E triste os contribuintes serem obrigados a pagar os seus impostos, e Nao serem servidos. Obviamente, com o Sr. Director, isso Nao acontece, pois quando Nao esta em reuniões, esta com o filho de 11 anos em casa ...

Querem credibilidade e confiança ? GANHEI-NA !!